Fados de Coimbra no Porto

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fado de Coimbra no Porto com Trova do vento que passa – António Ataíde, Bruno Costa, Nuno Botelho e Paulo Figueiredo

Fado de Coimbra no Porto

Video Publicado a 28/05/2013
Espectáculo de comemoração dos XX anos do Grupo de Fados de Medicina do Porto – Mosteiro de São Bento da Vitória

Fados de Coimbra no Porto com o Grupo de Fados Medicina do Porto

Interpretação marcante desta canção de Coimbra, Tova do Vento que passa, uma letra Manuel Alegre e voz de Adriano Correia de Oliveira, que também podemos recordar neste video

Grupo de Fados de Medicina do Porto

Fados de Coimbra no Porto

O tempo de estudante que fica para a vida. A musica de Coimbra que permanece no ouvido e fundamentalmente no coração.

+ Videos do Grupo de Fados de Medicina do Porto

 

Historial do Grupo de Fados de Medicina do Porto

Fundado no ano de 1992 e permanecendo em actividade ininterrupta até aos dias de hoje, o Grupo de Fados de Medicina do Porto apresenta-se com o intuito primordial de divulgar e engrandecer a Canção de Coimbra, dando assim voz ao mais puro o academismo estudantil português.

Fruto do anseio (e, talvez, devaneio) de alguns membros da Tuna de Medicina do Porto de então (1992), nasceu o Grupo de Fados de Medicina do Porto, cumprindo o seu destino no seio Faculdade de Medicina e, de um modo mais lato, na própria Academia do Porto.

Foram muitos os elementos que fizeram parte do Grupo de Fados de Medicina do Porto, lógica e cronologicamente dividido em formações: desde a 1ª, dos “velhinhos” tunos, passando pela 2ª e 3ªformações, cujo trajecto culminou na gravação do primeiro trabalho discográfico do Grupo – “Serenata”. A 4ª formação, nascida em 2005, foi aquela que impulsionou o Grupo de Fados de Medicina do Porto para uma maior expressão e expansão musical, aquém e além fronteiras, da qual resultou o segundo trabalho discográfico – “Coimbra num Porto de Abrigo. A actual  5ª formação que, embalada pelos membros da formação antecedente, continua a caminhar a passos largos e a carimbar o sua identidade no universo do Fado de Coimbra e da Praxe Académica!

Da Sé do Porto à Casa da Música, das Monumentais Serenatas às Grandes Noites de Fado Académico, o percurso do Grupo de Fados de Medicina do Porto pauta-se por momentos de exaltação incondicional da canção de matriz coimbrã, não só em actuações mas também por registos eternizados em CD. São dois os trabalhos discográficos registados até à data pelo Grupo de Fados de Medicina do Porto: “Serenata”, editado em 2004 pela 3ª formação, e o mais recente “Coimbra num Porto de abrigo”, editado em 2007 pela 4ª formação.

Nem só por Terras Lusas se desenvolve a actividade do nosso Grupo. Uma parte muito importante da nossa realidade artística passa pelas comunidades portuguesas no estrangeiro, onde a Canção de Coimbra é particularmente apreciada. Foram muitas as viagens do Grupo a vários locais do mundo: Sul de França (2005 e 2006); Estados Unidos da América – Nova Iorque, Paris, Açores, Rússia, Finlândia, Suiça e Itália – 2007; Frankfurt e Luxemburgo (2008); Bélgica, Holanda, Suiça e Marrocos (2009); Paris, Estados Unidos da América – Califórnia e Nevada e Frankfurt e Luxemburgo (2010). Se o Fado e o amor pela Canção de Coimbra assim o permitirem, a estes locais juntar-se-ão muitos outros, tendo sempre o objectivo primário de transmitir o sentimento estudantil português.

Na senda de todos os feitos do passado, é com redobrada alegria que os actuais e antigos elementos do Grupo de Fados de Medicina do Porto vêem o futuro assegurado nos primeiros passos de uma nova geração de estudantes que darão a sua alma em prol da vitalidade e longevidade do Grupo, no seio da Faculdade de Medicina, na Academia do Porto, em Portugal e além fronteiras.

(in Site Oficial)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

(Pub)
(Pub)