Oquestrada

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Oquestrada ao Vivo

OqueStrada iniciou em 2001 um poderoso movimento acústico que deu cartas para criar um novo paradigma na estética musical portuguesa. Canções como “Oxalá Te Veja”, “Creo carino” e “Se’sta Rua fosse minha” (o seu frankestein popular) giram desde essa época em gravações de culto pelo país. Conquistaram a Grande Lisboa com as suas inesquecíveis actuações tanto na rua Garret como na longa temporada que fizeram em 2006 no Teatro Nacional em pleno Rossio com lotações permanentemente esgotadas. Discreto, como um segredo bem guardado, OqueStrada trilhou o seu caminho de norte a sul abrindo portas a uma outra forma de estar na música e emprestar uma nova voz a um Portugal contemporâneo.
A fama de “milagre musical sem precedentes”, conquistaram-na na estrada, com centenas de actuações nos melhores festivais e salas de renome internacional, com a sua sonoridade única a destacar-se no circuito de referência de novos projectos entre o pop acústico e o erudito, agitando as ondas sonoras carimbadas de world music.
O primeiro álbum, “TascaBeat o sonho português”, lançado em 2009 com o selo Sony Music, alcançou marca de platina e foi considerado pelo jornal Le Monde como um dos melhores na área de World Pop.
OqueStrada “…criou um swing único e cosmopolita inspirado nas raízes de música portuguesa” que fez dançar o mundo no Concerto do Prémio Nobel da Paz em 2012. A descrição é de Sarah Jessica Parker, ao apresentar “…os extraordinários OqueStrada…”, naquela que foi a primeira presença portuguesa convidada a actuar no prestigiado evento ao lado de nomes como Seal, Jennifer Hudson ou Ne-Yo.

Bio/OqueStrada

OqueStrada started an influential trend, back in 2001, laying the foundations for a new paradigm in Portuguese music. Songs such as “Oxalá Te Veja”, “Creo carino” and “Se’sta Rua fosse minha” (a folkish hodgepodge) are among the group’s tracks relished by a cult following. They have taken Lisbon with their unforgettable performances, both on Garret Street and the long, constantly sold-out, season of 2006 at the city’s National Theatre.
Discreet, like a well-kept secret, OqueStrada have travelled the country north to south, ushering in a different way of being in music, lending a new musical voice to present-day Portugal.
The reputation for “unprecedented musical miracle” was earned on the road, with hundreds of performances at the most renouned international venues and festivals, their unique sound standing out amongst new projects of folk, acoustic or avant-garde pop, constantly defying the conventions of world music.
Their first album, “TascaBeat o sonho português”, released in 2009 under Sony Music, has reached platinum and was considered by Le Monde as one of the best in the category of World Pop.
OqueStrada have created a unique cosmopolitan swing which has its roots in portuguese popular music, a blend which made everyone dance at the concert for the Nobel Peace Prize ceremony in 2012. Actress Sarah Jessica Parker had rendered them fair homage by introducing them as “the extraordinary OqueStrada”, in what was a premiere for a Portuguese band, alongside well known international artists such as Seal, Jennifer Hudson or Ne-Yo.

In Facebook OqueStrada

Já viram Oquestrada ao vivo?

Oquestrada “Oxala Te Veja” 2012 Nobel Peace Prize Concert

Publicado a 28/03/2013
Oquestrada Performs “Oxala Te Veja” at 2012 Nobel Peace Prize Concert in Oslo Norway, Dec. 11

OQUESTRADA – “Se Esta Rua Fosse Minha” ao Vivo

Oquestrada Se Esta Rua Fosse Minha ao Vivo no Tivoli 2009

OQUESTRADA – “Oxalá Te Veja” Ao Vivo

OqueStrada – GALAICOfolia – Esposende 2013

Óquestrada – Creo cariño

Oquestrada ao Vivo Antena 3 – Senhora do Tejo (Showcase) – MYWAY

Oquestrada ao Vivo Antena 3 – Agarrem-me (Showcase)

Oquestrada ao Vivo Antena 3 – Rua fosse minha (Showcase)

Oquestrada ao Vivo Antena 3 – Oxalá te veja (Showcase)

OqueStrada – Oxalá Te Veja (Oslo 2012)

Publicado a 06/03/2013
OqueStrada playing Oxalá Te Veja (feat. Norwegian Radio Orchestra), live at the Nobel Peace Prize Concert in Oslo, on December 11, 2012

Oquestrada

O NOVO DISCO “ATLANTICBEAT mad’in Portugal”

OqueStrada desvenda agora o seu novo álbum “AtlanticBeat Mad’in Portugal” que dá continuidade ao famoso beat acústico, num registo de originais, amadurecido por 12 anos de estradas nacionais e internacionais, que promete refrescar, emocionar e intervir, abrindo uma nova janela de possibilidades no panorama musical português e internacional.
Marta Miranda, João Lima e Pablo são autores e compositores das suas canções, o trio produziu com a colaboração de Sérgio Costa e direcção musical de Marta Miranda este novo registo de originais.
“AtlanticBeat Mad’in Portugal” é um disco com muito iodo e brisa atlântica que reposiciona Portugal não como porta dos fundos da Europa mas como entrada, onde OqueStrada abre de par em par as janelas para arejar o velho continente.

DISPONIVEL ONLINE:

ITUNES: https://itunes.apple.com/pt/album/atlantic-beat-madin-portugal/id874478425
SPOTIFY: Oquestrada – Atlantic Beat – Mad´in Portugal
DEEZER: http://www.deezer.com/album/7755016
VODAFONE:https://www.vodafonemusic.pt/store/#/album/AL26329951
MEO MUSIC: http://music.meo.pt/album/639087
7 DIGITAL:http://pt.7digital.com/artist/oquestrada/release/atlantic-beat-mad´in-portugal/?src=live-search
Google Play:https://play.google.com/store/music/album/Oquestrada_Atlantic_Beat_Mad_in_Portugal?id=Bcnlcowmfwsrlzxrcsfnan5xleu
NOKIA MUSIC:http://www.mixrad.io/pt/pt/products/oquestrada/atlantic-beat-mad-in-portugal/68221815/

THE NEW ÁLBUM “ATLANTICBEAT mad’in Portugal”
SOON IN EUROPE…
OqueStrada now present their new album “AtlanticBeat Mad’in Portugal” made up of originals, giving continuity to their famous acoustic beat seasoned by twelve years on the road. It promises to refresh, thrill and provoke, opening up yet another window of sonic possibilities, worldwide.
Marta Miranda, Pablo and João Lima are authors, interpreters and composers of their own songs. The trio have produced this Ne release with the collaboration of Sérgio Costa, and with Marta Miranda as musical director.
“AtlanticBeat Mad’in Portugal” is a record filled with iodine rich salty Atlantic breeze, promising to catapult Portugal from back door status to front gate glory…

Concertos

OqueStrada

http://www.oquestrada.com

Videos Oquestrada YouTube

https://www.facebook.com/OqueStrada

Contacto de imprensa:
oquestrada@gmail.com / andren@xmp.com.pt

Booking & Management:
Contos da Praça www.contosdapraca.com
pedrobarros@contosdapraca.com
telefone: 220931214 móvel: 911506488

Os OqueStrada há muito que mergulharam de cabeça nos mistérios do fado e na folia das marchas populares, tirando o pó a velhos discos de vinil e neles bebendo alguma da sua inspiração. Agora, chegou a altura de oferecer a justa recompensa: a próxima edição da banda da margem sul é a deliciosa marcha popular ‘Senhora do Tejo’ (mais popularmente conhecida como “Sete Colinas”), da qual os OqueStrada fizeram uma versão de tasca e com mais beat. E embalaram tudo em vinil!

A 13 de Dezembro, a Sony Music lança uma nova edição de ‘Tasca Beat: o sonho Português’, álbum que já atingiu a marca de Ouro em Portugal e que foi considerado pela crítica como um dos melhores de 2009. Nesta nova edição, os temas foram todos regravados, foi adicionada uma nova canção ao alinhamento (uma versão da marcha ‘Senhora do Tejo’ – música do lendário guitarrista Fontes Rocha e letra de um dos melhores poetas do fado, José Luís Gordo – mais conhecida por ‘Sete Colinas’). Na compra desta nova edição, a banda oferece um single em vinil exclusivo* com esse novo tema e o já conhecido ‘Oxalá te Veja’, aqui rebaptizado ‘Oxalá te veja – Versão Cavalinho’, pois conta com a presença de um “cavalinho” tradicional de Lisboa (uma mini-filarmónica de instrumentos de sopro e percussão). ‘OqueStrada Em Marcha’ é título deste vinil que acompanha a reedição do álbum ‘Tasca Beat: o sonho Português’, cuja capa tem a assinatura da fotógrafa Rita Carmo

Com ‘Senhora do Tejo’, os OqueStrada passam a disco mais uma parte do seu imaginário popular sobre um país em transição, num futuro inventado, que teve como antecedentes os Santos Pop (desde 2004) e a Incrível Tasca Móvel (desde 2005). Entre as ruelas de Lisboa e um miradouro suburbano, os OqueStrada celebram uma das suas marchas favoritas, ‘Senhora do Tejo’, e convidam amigos de longa data – fadistas da velha guarda como Conceição Ribeiro, Toni di Paiva, Cristiano de Souza e João Roque – a irem para o estúdio celebrar com eles.

‘Se Esta Rua Fosse’, música de ‘Tasca Beat: o sonho Português’, foi nomeada pela Sociedade Portuguesa de Autores para melhor canção, com o álbum a ser nomeado para melhor projecto musical 2009. Os OqueStrada ganharam ainda o troféu “Pedra no Charco” para melhor espectáculo nacional 2009/2010, atribuído pela Gala de Leiria, uma das galas mais antigas e de prestígio em Portugal.

Na sequência desta edição internacional de ‘Tasca Beat: o sonho Português’ (pela Jaro Mediem, a editora que tem no seu catálogo os Warsaw Village Band, Hazmat Modine, Art Moscow Trio), os OqueStrada fizeram uma digressão de 25 datas que passou pela Alemanha, Noruega, Áustria, França e Ucrânia, e uma digressão europeia de inverno de 10 datas, durante a qual pisaram pela primeira vez palcos da Letónia e Holanda (neste tiveram honras de fechar o festival no dia em que tocaram Ojos de Brujo). Nestes meses de digressões internacionais, os vários públicos têm ficado surpreendidos e deslumbrados com este “sonho português” que os OqueStrada oferecem. Deles a imprensa francesa disse: “OqueStrada inova e agita as tradições da música portuguesa. Tasca Beat é um ‘opus’ longamente amadurecido ao correr dos concertos e um verdadeiro show que eleva o grupo à categoria de tesouro nacional”.

in Sony Music

(Pub)

Blog

(Pub)