Grupo UHF

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

UHF ao vivo

Rock Português

UHF Site Oficial

UHF “Matas-me com o teu olhar”


Álbum: Há Rock no Cais (amra discos/farol), 2005
Video: José Pinheiro

UHF “Cavalos de Corrida” 35 Anos

Video Oficial da Banda a 15/06/2015

UHF ao vivo Cavalos de Corrida
na Casa da Musica

Os UHF com o tema “Cavalos de Corrida, ao vivo na Casa da Musica, no concerto de cerebração dos 35 anos.

Rua Do Carmo – UHF ao vivo
na Casa da Música 2013

UHF – A Lágrima Caiu – Ao vivo em Cinfães

UHF ao vivo – Concerto
Festival da Juventude de Cinfães
31 de Agosto de 2012

UHF “Cavalos de corrida” (Acústico)

“Cavalos de Corrida”
Conhecíamos o riff furioso que dava início à Corrida dos Cavalos em 1980.

UHF Concerto Absolutamente ao Vivo 2009 (Clique aqui e oiça este album completo ao vivo)

UHF – Na tua Cama – Absolutamente Ao Vivo

Ao vivo no Coliseu dos Recreios, 23 de Setembro de 2006.

UHF ao vivo – Rapaz Caleidoscópio – Absolutamente ao Vivo

Ao vivo no Coliseu dos Recreios, 23 de Setembro de 2006.

Video do You Tube de 08/09/2009

UHF – Rua do Carmo – Absolutamente ao vivo

Ao vivo no Coliseu dos Recreios, 23 de Setembro de 2006

UHF

Na primavera de 1979 gravam o primeiro disco da sua carreira, o EP “Jorge Morreu”, para uma pequena editora de Lisboa, sem sucesso comercial. A sua reputação consolida-se em múltiplos concertos, primeiro na Grande Lisboa e depois ao longo do país. Chegam, com essa experiência, à gigante Valentim de Carvalho, que edita em 1980 o explosivo “Cavalos de Corrida”. Juntamente com “Chico Fininho” de Rui Veloso, estas duas canções fundam o movimento musical que ficará conhecido como “rock português”.
No final de 1981 ganham o prestigiado prémio da Casa da Imprensa na categoria de revelação, vendendo mais de 100 mil discos nesse ano. E no início de 1982 gravam o disco de despedida da Valentim de Carvalho, o pré-monitório “Estou de Passagem”, transferindo-se, para a Rádio Triunfo/Orfeu. Editam ainda em Novembro o LP “Persona Non Grata”, escrito ao longo da digressão deste verão quente dos UHF. Encerram este novo contrato discográfico em 1985, com a gravação do primeiro disco da área rock gravado ao vivo em Portugal – “Ao Vivo em Almada – No Jogo da Noite”, que se mantém como o vinil mais raro e caro no mercado de usados.

A partir daí, as mudanças de editora vão tornar-se um dado comum na vida dos UHF

Os sucessos radiofónicos sucedem-se e os discos dourados também. DA banda inicial, restará o líder e fundador AMR, autor maioritário do reportório da banda.
Entre 1991 e 1998, os UHF integram o catálogo da multinacional BMG, hoje SONY Music, com um leque de grandes canções: “Brincar no Fogo”, “Menina Estás à Janela”, “Sarajevo”, “Toca-me” e Foge Comigo Maria”.
Em 1998 decidem tornar-se independentes.
De 1998 a 2008 destacam-se temas como “Matas-me com o teu olhar”. Mas também “Quando (dentro de ti)”, “Uma palavra Tua”, “A Lágrima Caiu” e o incontornável hino da modernidade do clube da Luz “Sou Benfica”.
Os UHF rondam em 2009 a fantástica cifra de 1500 concertos em Portugal e no mundo, vendendo perto de um milhão de discos. Estão representados em cerca de 82 colectâneas.
Formação: António Manuel Ribeiro (voz), António Côrte-Real (guitarra), Cebola (baixo) e Ivan Cristiano (bateria)

(in)

Não é um espaço de sofrimento e lavagem de culpas, prometemos, mas antes um sítio de afirmação, das palavras como abraços, de uma amizade cúmplice estabelecida frequentes vezes à distância, embalada pelas canções que vestem momentos das nossas vidas.
Neste local publicaremos mensagens curtas e menos curtas enviadas por vós. Manteremos o anonimato dos autores.

1
“Felicidades para todos e gostaria que existisse também o “Ao Vivo em Almada” em CD.
NJBM – Oeiras (2.12.2002)
2
“Olá António, como estás? Então o concerto de Almada correu bem?… Espero poder acompanhar mais a banda.”
MTM – Portalegre (5.12.2002)

3
“Adorei o “Julho, 13”! Não resisto a pedir outro exemplar e mais discos. Obrigado aos UHF e em especial ao António Manuel Ribeiro (AMR) pelos momentos inesquecíveis e memoráveis que passei, partilhados com outros fãs, em Agosto de 2001 e 2002 no Casino do Estoril e há bem pouco tempo na FNAC de Almada. Parabéns ao AMR pelo seu/nosso livro e pelo respeito com que trata os fãs da banda. Nesta sociedade cada vez mais individualista, desumanizada e de consumo, aquele postalinho de Boas Festas foi simplesmente uma surpresa muito agradável…”
NJBM – Oeiras (12.12.2002)

4
“Feliz Natal e enviem a encomenda até ao final do mês de Dezembro.”
JMAD – Soito (16.12.2002)

5
“Acabei de fazer a encomenda on-line, através do vosso site, de mais um exemplar do teu livro. Trata-se de uma oferta para uma pessoa que, como tu, é uma lutadora…”
RC – Amadora (26.12.2002)

6
“É com imenso prazer que estou aqui, tão longe e tão perto. Um grande abraço. Tudo de bom.”
TS – Póvoa de Varzim (16.01.2003)

7
“Olá António, obrigado pela atenção que deste à nossa conversa… Obrigado e até um dia destes.”
JP – Leiria (20.01.2003)

8
“É com grande felicidade que vejo novamente a página dos UHF no Ar desde o início do ano. Nós os fãs necessitamos de estar em permanente contacto com aqueles que nos estão no coração. Vocês estão sem dúvida no meu. Vocês são, não só mas também, o meu oxigénio. Um abraço a todos os elementos da melhor banda do mundo (UHF), em especial para ti António Manuel Ribeiro.”
RP – Felgueiras (20.01.2003)

9
Gostava que a vossa PÁGINA tivesse mais fotos. O AMR deve ter, divulgue-as, todos gostamos de partilhar esses pedaços que fazem parte da história da música em Portugal.”
LN (21.01.2003)

10
“T-shirt tamanho L, cor preto.”
HMLS – Verride (26.01.2003)

11
“Olá, como vão as coisas com os UHF? Estou a enviar este mail para comprar o LP “Abbacadabra – Um Conto Infantil…”
MTM – Portalegre (26.01.2003)

12
“Gostava que o António Manuel Ribeiro autografasse o álbum. Em que sítio de Lisboa é o concerto do 1.º de Maio? Um grande abraço para todos aqueles que suportam e apoiam o projecto UHF!!!”
NJBM – Oeiras (13.03.2003)

13
“1 Abraço deste fã incondicional.”
VMFR – Alverca (13.03.2003)

14
“Sempre fui e serei fã dos UHF. Necessito de comprar os CDs “Harley Jack” e “À Beira do Tejo” para poder passar no meu programa de rádio… e para a minha colecção particular.”
PC – Espinho (29.03.2003)

15
“Os poetas do século XX não escreveram livros. Armaram-se cantores e soltaram gritos de rebelião.” AM – Glória do Ribatejo (17.04.2003)

16
“Caro amigo, já que os vinis estão esgotados podias oferecer-me o “É Hoje-Agora”. Um grande abraço do teu fã.”
CC – Amora (1.05.2003)

17
“Gostar e mostrar hoje UHF a amigos mais novos é um orgulho… entre a vida e a morte, os UHF estarem de passagem…”
AG – Cascais (6.05.2003)

(+ UHF Official website)

Letras |  Wikipedia | MySpace | imagens

+351 963 058 667

(Pub)

Blog

(Pub)